Prefeitura e Comunitas firmam convênio para melhoria da gestão pública

Por Ascom Prefeitura de Araguaína 22/08/2019 - 16:51 hs

O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, e a diretora de Relações Institucionais da organização da sociedade civil brasileira Comunitas, Ronyse Pacheco, assinaram nesta quinta-feira, 22, no gabinete da Prefeitura, o convênio entre as duas instituições para implantação do Programa Juntos em Araguaína.


“Eles vêm como um apoio à gestão, aqui especificamente com o foco em alguns pontos mais importantes, como a segurança pública”, pontuou Dimas. Sem ônus para o município, o Programa Juntos será executado a partir de um modelo inovador de governança colaborativa entre os setores público, privado e a sociedade civil.


A BRK Ambiental já é parceira da Comunitas na implantação do programa. “Araguaína passa por uma transformação e a gente não poderia apenas prestar serviço, mas participar e contribuir com o desenvolvimento da cidade”, comentou o diretor presidente da BRK Ambiental, Thadeu Pinto.


Na oportunidade, estiveram presentes representantes de diversas instituições governamentais e da sociedade civil, como Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); Associação Comercial e Industrial de Araguaína (Aciara); Polícia Militar (PM); e Câmara Municipal de Vereadores.


Comunitas

A Comunitas tem como objetivo contribuir para a melhoria dos serviços públicos nos municípios. Por meio do Programa Juntos serão desenvolvidos na cidade projetos que buscam o equilíbrio sustentável das contas, além de ações estratégicas nas áreas de saneamento básico e segurança pública.


“Vamos atuar em três frentes. A primeira, equipe fiscal, irá colaborar para o equilíbrio sustentável das contas públicas. As outras duas frentes serão em projetos de saneamento básico e segurança pública, envolvendo os cidadãos na agenda pública”, explicou a diretora de Relações Institucionais da Comunitas, Ronyse Pacheco.


O Programa Juntos tem alcance nacional e, hoje, apoia as gestões municipais das cidades de Teresina (PI); Salvador (BA); Juiz de Fora (MG); Niterói e Paraty (RJ); Campinas, Santos e São Paulo (SP): Curitiba (PR); Caruaru e Petrolina (PE); Pelotas e Porto Alegre (RS). Em nível estadual, está presente no estado do Pará, onde o trabalho de apoio à gestão pública impactou 65 cidades, e, mais recentemente, nos Estados de Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo.