Forças de segurança participam de reunião geral para fortalecimento do Sistema Penitenciário e Prisional

Por Secom Tocantins 17/09/2019 - 08:27 hs

Com intuito de alinhar o trabalho e fortalecer a atuação dos servidores envolvidos com as forças de segurança do Tocantins, a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), está realizando nesta segunda e terça-feira, 16 e 17, a Reunião Geral do Sistema Penitenciário e Prisional do Tocantins (Sispen/TO). Durante o encontro, realizado na Escola Superior de Gestão do Sistema Penitenciário e Prisional (Esgepen), em Palmas, estão sendo apresentadas as principais atividades desempenhadas no sistema e as demandas referentes a cada unidade prisional do Estado.


A reunião também conta com a participação de gestores ligados as forças de segurança do Tocantins, a fim de alinhar o fluxo de trabalho entre os setores e contribuir para o avanço do Sispen.


No primeiro dia de encontro, os diretores das 39 unidades foram homenageados pela atuação no sistema, além de terem a oportunidade de apresentar o trabalho desenvolvido em cada unidade e as principais dificuldades enfrentadas no cotidiano operacional para que a partir disso, sejam discutidas possíveis melhorias para as cinco regiões operacionais do Estado.


Já no segundo dia de evento, a gestão do sistema prisional irá apresentar as propostas de trabalho para os próximos quatro meses do ano.


O secretário da Cidadania e Justiça, Heber Fidelis, ressalta a importância da reunião para a aproximação com os diretores de unidade, a fim de valorizar o trabalho desenvolvido pelos mesmos. “O essencial dessa reunião é trazer os servidores da ponta para atuarem junto à administração, para que eles fiquem de perto sabendo o que está sendo realizado e para que possamos ouvir os obstáculos que eles enfrentam diariamente”, enfatizou.


O comandante geral da Polícia Militar do Tocantins, Coronel Jaizon Veras Barbosa, acredita que a reunião auxilia na consolidação da parceria entre as forças de segurança do Estado. “O encontro consolida a parceria que já vem sendo feita há muito tempo e fortalece a integração entre as forças de segurança, a fim de ajustar questões sistemáticas e promover uma segurança efetiva para os tocantinenses”, afirmou.


O diretor da Cadeia Pública de Miranorte, Clebenilson Pereira Salgado, acredita que a aproximação dos diretores com a gestão acarreta em melhorias para toda unidade e auxilia no desenvolvimento de ações de ressocialização. “Esse alinhamento é importante para integração e consequentemente para melhoria do sistema prisional, pois com essas reuniões recebemos orientações para o avanço da atuação nas unidades prisionais. Nós já estamos trabalhando para essa melhoria, pois através do nosso trabalho estamos contribuindo para o processo de ressocialização dos reeducandos”, relatou.


Melhorias no sistema


O segundo dia de reunião também contará com a apresentação do plano de reestruturação dos Sistemas Penitenciário e Prisional do Tocantins, que consiste em um conjunto de propostas para promover o avanço do Sispen. O intuito é propor melhorias para todas as áreas de atuação no sistema, incluindo, o aparelhamento das unidades, investimentos na assistência educacional, religiosa, saúde, entre outras.


O superintendente da Administração dos Sistemas Penitenciário e Prisional, Orleanes de Sousa Alves, explica que a construção do plano de reestruturação está sendo realizada junto a todos os servidores. “Estivemos no interior ouvindo os chefes de segurança, discutimos com nossa equipe de gestores, apresentamos a proposta para o secretário e agora estamos apresentando aos diretores das unidades, para juntos construirmos um plano de reestruturação efetivo. A partir dessa reunião, temos o objetivo de construir um livro com todas as propostas, divididas por eixo de atuação, com intuito de apresentarmos a versão final para as demais forças de segurança e ao Governador”, ressaltou.


O diretor da Cadeia Pública de Paranã, Alexandre Francisco Alves, relata que desde que assumiu a diretoria da unidade, ainda no início dessa gestão, já observou um grande avanço na execução das atividades. “A questão estrutural já avançou muito ao longo desses anos, facilitando nosso trabalho, mas ainda há muito que melhorar. Dessa forma, reuniões como essa auxiliam nessa evolução, pois proporcionam a valorização dos servidores e acarretam em uma maior integração nos trabalhos desenvolvidos no sistema prisional”, disse.


Dispositivo de honra


No primeiro momento da reunião, representantes de diferentes áreas da segurança foram convidados a compor o dispositivo de honra, entre os convidados estavam, o secretário da Seciju, Heber Fidelis; o gerente de Administração dos Sistemas Penitenciário e Prisional, Bionor Teixeira; o comandante geral da Polícia Militar, Coronel Jaizon Veras; a coordenadora do programa Justiça Presente no Tocantins, Mariana Leiras; o comandante do Policiamento da Capital, Francinaldo Machado; o comandante de Policiamento do Interior, Humberto Costa Parrião; a diretora de Polícia da Capital, Lucélia Maria Marques Bento; o diretor de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco), Evaldo de Oliveira Gomes; a diretora de Polícia do Interior, Iolanda de Sousa Pereira e pastor Christiano, representando a Igreja Universal nas prisões.